segunda-feira, 20 de novembro de 2017

EM SOLENIDADE, O 10° BEIC FAZ A QUEIMA DE BANDEIRAS INSERVÍVEIS

Pela Diretoria de Comunicação Social [DIRCOM] Prefeitura de Barreiras/BA - (77) 3614-7160


Neste domingo (19), Dia da Bandeira, o 10º Batalhão de Ensino, Instrução e Capacitação - 10º BEIC, realizou na sede da corporação, a tradicional cerimônia de incineração das bandeiras inservíveis conduzida pelo comandante do Batalhão, Ten. Cel. Camilo Uzêda. A chefe de gabinete da Prefeitura de Barreiras, Marileide Carvalho participou da solenidade representando o prefeito Zito Barbosa.

Na ocasião as bandeiras desgastadas foram depositadas em uma pira de metal e queimadas, sendo uma nova hasteada com a execução do Hino Nacional Brasileiro.

A cerimônia que é prevista em lei, determina que a Bandeira Nacional seja incinerada, pois não pode ser armazenada, mas sim substituída a cada ano.


História – A atual bandeira nacional é a segunda republicana e o terceiro estandarte oficial do Brasil desde sua Independência. Desenhada por Décio Vilares, suas cores representam as belezas e riquezas do país. Popularmente, o verde representa as florestas; o amarelo, o ouro presente, na época, principalmente em Minas Gerais e o azul, céu, rio e mares.

As estrelas representam cada um dos estados, além do Distrito Federal. Acima da faixa, com as letras “Ordem e Progresso”, está apenas a estrela do Pará, conhecida como Spica – Alfa da Virgem. Além dela, estão representadas as constelações do Cruzeiro do Sul, representado estados como São Paulo e Rio de Janeiro, o Escorpião, com Paraíba, Sergipe e outros.  A Bahia é representada pela Gama do Cruzeiro do Sul.
Dircom/PMB – 20.11.2017

SAÚDE DO HOMEM: PALESTRA SOBRE A IMPORTÂNCIA DOS CUIDADOS COM A SAÚDE MASCULINA É REALIZADA NA FASB

Por Nádia Borges
Da Araticum Comunicação


Como parte da programação do Novembro Azul da Faculdade São Francisco de Barreiras (FASB), foi realizada na quinta-feira (16), uma palestra com o tema "Câncer de Próstata – Cuidar da Saúde Também é Coisa de Homem”. O evento, direcionado aos acadêmicos e profissionais da área de saúde, contou com os palestrantes Dr. Frederico Bertolino, que abordou os aspectos clínicos do câncer de próstata, Dra. Aline Neumann, falando sobre os aspectos fisiopatológicos e o Dr. Emerson Reale, que discorreu sobre os principais exames de imagem para o diagnóstico do câncer. O evento foi organizado pelos acadêmicos do 2º semestre de Medicina da FASB.

Segundo a acadêmica Kellen Katherine, que participou da comissão organizadora foi muito importante debater este assunto com os profissionais convidados e colegas de faculdade. “Este simpósio veio com o objetivo de passar para os estudantes e profissionais que estão participando, conhecimento, e informação. Além disso, é muito gratificante participar desse evento porque também organizando a gente aprende muito”, disse.

O critério para participar do evento foi a doação de produtos de higiene pessoal que serão doados a instituições beneficentes de Barreiras.  “Ao todo foram 100 inscritos. O evento contou com a presença acadêmicos de Medicina da FASB, além dos outros cursos de saúde da instituição (Enfermagem, Biomedicina, Fisioterapia e Psicologia), foi aberto também para profissionais e estudantes de outras instituições de Barreiras” destaca a acadêmica Aline de Carvalho, do 2º semestre de Medicina.

Vestibular- Os cursos da área da saúde da FASB, a exceção de Medicina, estão  com vagas abertas. As inscrições podem ser realizadas até o dia 22 de novembro para concorrer às mais de mil vagas nos 12 cursos de nível superior da instituição: Administração, Agronomia, Biomedicina, Ciências Contábeis, Direito, Educação Física, Enfermagem, Fisioterapia, Gestão da Tecnologia da Informação, Gestão Financeira, Produção Audiovisual e Psicologia. As inscrições podem ser efetuadas online no site www.fasb.edu.br/vestibular  no valor de R$ 50,00. As provas serão dia 26 de novembro. Desconto de 30% na matrícula.










Araticum Comunicação – 20.11.2017
Informações para a Imprensa:
Nádia Borges – (77) 9.9115 8050 ou nadia@araticum.jor.br   

LUÍS EDUARDO MAGALHÃES: ABASTECIMENTO É GRADUALMENTE RETOMADO AO LONGO DO DIA EM NOVE BAIRROS NESTA SEGUNDA-FEIRA(20)

Pela Assessoria de Comunicação da Embasa
Da Unidade Regional de Barreiras (UNB)

Após os reparos nos equipamentos elétricos na captação, na manhã desta segunda-feira (20), a Embasa informa que o abastecimento vem sendo gradualmente retomado nos seguintes bairros da sede de Luís Eduardo Magalhães: Centro, Cidade Universitária, Central Park, Residencial 90, Santa Cruz, Loteamento Conquista, Mimoso I e II e Residencial M3. Recomenda-se que, ao longo do dia, até a completa normalização do abastecimento, os moradores destes bairros consumam água de forma racional e sem desperdícios. Para outras informações, entrar em contato no 0800 0555 195 ou presencialmente na loja de atendimento.

NOVEMBRO AZUL: UNIDADES DE SAÚDE DE BARREIRAS REALIZAM ATENDIMENTOS E ALERTAM SOBRE A IMPORTÂNCIA DA PREVENÇÃO CONTRA O CÂNCER DE PRÓSTATA

Pela Diretoria de Comunicação Social [DIRCOM] Prefeitura de Barreiras/BA - (77) 3614-7160


O final de semana foi de muita informação para os homens dos bairros Arboreto I e II e do bairro São Francisco. As unidades de saúde Dr. José Batista do Amaral e da unidade de saúde São Francisco reuniram e atenderam mais de cem homens no último sábado, 18, para ressaltar sobre a importância da prevenção contra o câncer da próstata.


Médicos, enfermeiros e agentes comunitários realizaram palestras que abordaram sobre o câncer da próstata, diabetes, hipertensão e da saúde do homem em geral. Conforme o médico Rafael Mascarenhas, essa ação foi realizada no final de semana para agregar o máximo de homens na campanha Novembro Azul. 


“Em face da falta de tempo durante a semana, resolvemos trazer essa ação para o sábado durante todo o dia. A grande maioria das doenças crônicas aparecem silenciosamente e é necessário vim ao médico sempre que possível, apesar do preconceito ainda sobre os exames que diagnostica o câncer de próstata, é necessário que os homens tenham em mente a importância de cuidar da saúde”, destacou.


Além das consultas médicas, os participantes interagiram no café da manhã e participaram do sorteio de prêmios.  Seu Edmundo Pereira, 68 anos, mostrou que está bem com a saúde.


“Sempre que posso verifico meus exames, o de sangue graças a Deus nunca deu positivo para esse câncer, minha pressão é sempre boa e vim ao médico é necessário”, disse. 


FEIRA TEMPORÁRIA DO GERALDÃO INICIA AS ATIVIDADES COM SUCESSO DE PÚBLICO

Pela Diretoria de Comunicação Social [DIRCOM] Prefeitura de Barreiras/BA - (77) 3614-7160

No primeiro sábado de funcionamento, a comissão especial acompanhou os trabalhos ouvindo e orientando feirantes sobre as atividades no local

Sábado é dia de feira. E para os 480 feirantes que estão instalado na feira temporária do Geraldão o sábado (18), foi intenso. Um público recorde foi até o local conhecer as instalações provisórias e adquirir produtos comercializados com qualidade e em instalações adequadas. Quem também esteve presente foi a Comissão Especial da Feira, os representantes percorreram os estandes ouvindo os feirantes, tirando dúvidas e passando orientações sobre as atividades no local.


No primeiro sábado de funcionamento da Feira Temporária, um público recorde prestigiou o novo espaço, onde são oferecidas frutas, verduras, temperos, lanches e sucos. Esta transferência temporária se deu em virtude do galpão em que estes feirantes estavam instalados no Centro de Abastecimento de Barreiras, ter sido destruído por um incêndio, em outubro passado.


De acordo com o secretário de Agricultura e também presidente da Comissão da Feira, José Marques, a Prefeitura de Barreiras está concluindo o projeto do novo pavilhão que abrigará hortifrutis, derivados de leite, comidas e sucos, bebidas, temperos e conservas, para que dentro de pouco tempo os feirantes possam retornar ao CAB.


“Nós sabemos da preocupação dos feirantes com a efetividade das vendas no novo espaço, mas esse é um momento de trabalhar duro para reconstruir o que foi destruído pelo fogo e consolidar temporariamente a área do Geraldão como ponto atrativo de vendas. Por isso, montamos uma estrutura de qualidade que oferece conforto aos feirantes e consumidores”, disse o secretário de agricultura José Marques, que preside a Comissão da Feira.


A estrutura instalada na área do Estádio Municipal Geraldão possui toda a infraestrutura, segurança, pontos de água, coleta de lixo e iluminação, que garante, inclusive, a possibilidade de funcionamento no período noturno, a critério de cada feirante. Tudo foi organizado pela Prefeitura de Barreiras para que tanto feirantes quanto consumidores possam ocupar e usufruir do espaço com tranquilidade e conforto.



Dircom/PMB – 20.11.2017

EMBASA PROMOVE REUNIÃO COM MORADORES DA ZONA RURAL DE FORMOSA DO RIO PRETO/BA

Pela Assessoria de Comunicação da Embasa - Unidade Regional de Barreiras (UNB) - (77) 3612 9310 - embasa.unb@gmail.com


A Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) promoveu na última terça-feira (14) uma reunião comunitária com os moradores das localidades do Arroz e Lagoinha, no município de Formosa do Rio Preto. Eles foram orientados sobre o processo de captação, tratamento e distribuição do sistema que passou para a operação da Embasa a partir deste mês de novembro. O Governo do Estado, por meio da Companhia de Engenharia Ambiental da Bahia (CERB) investiu R$ 2,5 milhões na construção deste sistema, que passou a beneficiar 1,2 mil pessoas com água tratada de qualidade.


Nascido na localidade, Hérico Lino dos Santos, 68, está satisfeito em ter água tratada em casa. “Sempre tivemos água de poço artesiano, mas agora temos mais qualidade por ter uma água potável na porta de casa”, afirma ele, que mantém dois reservatórios para a casa onde mora com a esposa. Para a professora Vanda Caldeira, a reunião ajudou a esclarecer os principais pontos relacionados ao início da atuação da Embasa, principalmente no consumo racional de água e no início da tarifação. “Muitas pessoas usam água para molhar a plantação e dar água ao gado. Isto vai evitar o desperdício da água que é somente para o consumo humano e possibilita que tenha água para todos”, explica.


Durante a reunião, conduzida pela assistente social da Embasa, Geisa Mendes, também foi alertado para a população a importância de buscar identificar vazamentos internos e utilizar a água de forma equilibrada e sem desperdícios. “Quem tem o costume de dar água ao gado ou irrigar a plantação, por exemplo, deve buscar uma alternativa. Existe um investimento no tratamento desta água destinada somente para o consumo humano e para as atividades básicas dentro do imóvel”, explica. Na oportunidade, também foi ressaltada a necessidade do uso do reservatório pelos moradores como forma de precaução em caso de suspensões temporárias no sistema em caso de falta de energia, panes em equipamentos, rompimentos na rede distribuidora, dentre outros.


Investimentos – Além do povoado do Arroz, a Embasa passou a atender a localidade do Araças, próximo à sede municipal de Formosa do Rio Preto. A Embasa investiu, com recursos do Fundo Estadual de Combate à Erradicação da Pobreza (Funcep), um montante de R$ 147,2 mil para estender 3,5 quilômetros de rede para beneficiar 288 moradores. Nos últimos cinco anos, a Embasa investiu cerca de R$ 300 mil para melhorias e expansão da rede distribuidora na sede de Formosa do Rio Preto. A Embasa atende cerca de 4,950 mil imóveis, cerca de 18 mil pessoas, com água tratada do sistema, cuja capacidade de captar e tratar é 2 milhões de litros de água por dia.

domingo, 19 de novembro de 2017

RUI LANÇA PROGRAMA ESCOLAS CULTURAIS EM TEIXEIRA DE FREITAS

Pelo Sociopolítico Oeste


Maculelê, capoeira, dança, música, artes plásticas. A comunidade escolar da região de Teixeira de Freitas, no extremo-sul da Bahia, agora conta com o projeto Escolas Culturais, lançado pelo governador Rui Costa no Centro Territorial de Educação Profissional (Cetep), nesta sexta-feira (17). A iniciativa já está em andamento em Itabuna, Juazeiro, Gandu, Bom Jesus da Lapa, Itaberaba, Feira de Sananta e agora está sediada também em Teixeira de Freitas. Nesta primeira etapa de implantação, 85 escolas que já têm vocação para as atividades culturais estão se tornando pólos de cultura e vão atender não apenas a comunidade escolar, mas estarão abertas para a população.

A música “O que é o que é”, de Gonzaguinha, na voz da pequena Maísa, de 6 anos, acompanhada pelos jovens músicos da Orquestra Neojibá, encantou a plateia. Com o governador Rui Costa não foi diferente. “Quero começar saudando essa flor, que é a Maísa, de 6 anos, e segurar para não chorar mais aqui. Maísa demonstrou a capacidade dessa meninada, tão jovem, de expor sua arte, expor sua alma. A Bahia é singular, não tem outro estado brasileiro onde a cultura pulse tão forte. É por isso que precisamos abrir estes espaços. Este é o início de um grande trabalho, de um grande projeto”.


Rui afirmou que a ideia é construir um espaço de cultura aberto para a sociedade, não apenas para os estudantes. “Desde o dia em que eu assumi, decidi que em toda viagem eu visitaria uma escola, porque educação é prioridade e eu preciso, para tomar decisões, conhecer os lugares onde a educação acontece. E a educação acontece dentro da escola. Eu já visitei mais de 250 escolas nesses dois anos e dez meses e tive a oportunidade de aprender quantas coisas estavam sendo feitas, em relação à cultura. A maioria dos 417 municípios baianos não tem uma sala de cinema. Eu vi escolas onde os diretores transformaram os auditórios em uma sala de cinema aberta para a cidade. A partir daí, criamos esse conceito de escolas culturais, que estamos materializando incialmente, em 85 escolas”, afirmou o governador

Para atender a comunidade, o Ceteps terá uma coordenação própria. “A escola vai receber novos equipamentos, para dar condição de apresentações de canto, dança, teatro, para se transformar em sala de cinema. E nós vamos ter um núcleo do Neojibá aqui, e assim também nas outras cidades. Cada uma das 85 escolas vai ter um núcleo do Neojibá para desenvolver a experiência da música”.

A estudante Verônica Gonçalves, 16 anos, de Posto da Mata, distrito do município de Nova Viçosa, fez uma apresentação de maculelê com os colegas durante o lançamento do projeto. “As escolas culturais são importantes porque nós fazemos parte da cultura e também fazemos a cultura. Nós ganhamos a oportunidade de estar aqui através da cultura, ficamos em primeiro lugar em um concurso de dança”.


União e diversidade
A iniciativa, desenvolvida através das Secretarias de Educação (SEC), de Cultura (Secult) e de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS), tem o objetivo de promover o protagonismo estudantil, além de reconhecer e requalificar a escola como um espaço de circulação e produção da diversidade cultural do Território de Identidade onde está inserida. A secretária da cultura, Arany Santana, disse que educação e cidadania andarão juntos com o projeto Escolas Culturais. “A Bahia tem 217 pontos de cultura em todos os territórios. Vamos todos juntos continuar construindo essa rede da diversidade cultural”.

Para o secretário da Educação, Walter Pinheiro, sem cultura é impossível de se fazer a educação. “A identidade cultural, a raiz de cada canto, é o elemento com o qual a gente consegue se sintonizar com a população daquela região. A gente tem trabalhado com uma determinação do governador Rui Costa, que começou a ter uma outra visão para o papel da educação. É a escola rompendo os muros, fazendo justiça social, permitindo que a gente possa trabalhar com toda a forma de cultura. É um trabalho que a gente está fazendo em toda a Bahia”.

O diretor do Ceteps Extremo Sul, em Teixeira de Freitas, Petrônio Bonfim, afirmou que o Ceteps passa a estar de portas abertas para a comunidade. “Nossa escola agora vai atender a todas as outras escolas de Teixeira de Freitas. Um coordenador geral vai fazer um calendário para que os projetos culturais de música, teatro, dança, aconteçam atendendo a toda a comunidade de Teixeira de Freitas. Através da Cultura a gente promove a cidadania e retira as pessoas de outros caminhos e desvios que são prejudiciais. Assim a escola cultural vai transformar pessoas em cidadãos”.

PREFEITURA FISCALIZA USO DO SOLO NO ENTORNO DA FEIRA LIVRE DE BARREIRAS

Pela Diretoria de Comunicação Social [DIRCOM] Prefeitura de Barreiras/BA - (77) 3614-7160


Para coibir a aglomeração de comerciantes informais e montagem de barracas no entorno da Feira Livre e Rua Alberto Coimbra, a Prefeitura de Barreiras realizou na manhã dessa sexta-feira, 17, uma ação fiscalizatória em parceria com a Guarda Municipal, Polícia Militar e fiscais de postura.


Segundo a Secretaria Municipal de Agricultura, Tecnologia, Indústria e Comércio, a fiscalização será rotineira e tem como objetivo evitar o uso do espaço por indivíduos não cadastrados pelo governo municipal e consolidar o comércio de hortifrútis, leite e derivados, sucos, lanches, temperos e conservas temporariamente na área externa do Estádio Geraldão.


“Todo espaço público tem regras de uso, todos os feirantes atingidos pelo incêndio do CAB foram identificados e cadastrados. O entendimento da gestão é de que naturalmente a população reconhecerá a área externa do Geraldão como ponto de venda dos produtos da agricultura familiar e demais segmentos que foram transferidos”, disse o secretário José Marques.


Todos os comerciantes encontrados em áreas irregulares foram notificados pelos fiscais e desocuparam os locais em seguida.  

ABAPA REFORÇA APRENDIZADO SOBRE BENEFICIAMENTO DE ALGODÃO EM CURSO NO OESTE BAIANO

Por Hebert Regis
Da Araticum Assessoria de Comunicação


Com o objetivo de capacitar os funcionários da cadeia do algodão, o Centro de Treinamentos da Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa) promove ao longo deste mês de novembro o Curso de Operador de Máquinas e Beneficiamento de Algodão. Com carga horária de 80 horas/aula, o curso aborda, de forma aprofundada, as etapas de beneficiamento do algodão, desde a separação da pluma e do caroço, até a análise que atesta a qualidade da fibra junto ao mercado consumidor.

Formatado de forma pioneira na Bahia, o curso conta com cerca de 25 inscritos que vão aproveitar a oportunidade para ingressarem ou se posicionarem melhor no mercado de trabalho.  É o caso de Albertino dos Santos Souza, 19, que vê no treinamento uma oportunidade para começar a trabalhar na cadeia produtiva do algodão. “É o mundo novo para mim. Por meio do curso passei a conhecer como funciona o beneficiamento e o trabalho desenvolvido por uma algodoeira. Ao fim do curso, espero ter as qualificações necessárias e estar apto para buscar um emprego na área”, aponta.

O treinamento também é uma oportunidade para quem já trabalha na área. Com a experiência de dez anos com trabalho desenvolvido em uma algodoeira, José Ailton Duarte, 31, está satisfeito com o conhecimento a mais adquirido no treinamento. “Este é o momento de aprender a teoria, questões ligadas à segurança no ambiente de trabalho e o que está sendo exigido pelo mercado para garantir a qualidade da pluma”, explicou ele, que trabalha como prenseiro em uma algodoeira, mas que já passou pelo setor de classificação visual.


Um dos instrutores do curso, o coordenador do Centro de Análises de Fibras da Abapa, Sérgio Brentano, o treinamento é fundamental para atender a crescente exigência do mercado por fibra de qualidade. “Existe a necessidade de qualificação dessa mão de obra, o que vai proporcionar a médio prazo melhoria nos serviços oferecidos pelas usinas de beneficiamento instaladas na região”. Durante o módulo, os inscritos participaram de uma visita técnica à usina de beneficiamento da SLC Agrícola e ao Centro de Análise de Fibras, que classifica o algodão produzido na Bahia.

Parceira na realização do curso, a gerente da unidade regional do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), Alana Souza Leite Nascimento, explica que o curso foi formato para atender uma demanda da cadeia agrícola da região oeste. “Estamos contribuindo com o setor produtivo agrícola a se desenvolver e ter maior eficiência e qualidade em todo o processo. Nesta parceria com a Abapa, reunimos as expertises das entidades para promover este treinamento”, afirma.

“A cadeia agrícola do algodão emprega direta e indiretamente cerca de 22 mil pessoas. Por meio do Centro de Treinamento da Abapa, valorizamos e acreditamos no potencial dos profissionais que vem contribuindo para que o oeste baiano se mantenha como um dos principais pólos agrícolas do Brasil”, afirma o presidente da Abapa, Júlio Cézar Busato.

Até o início de novembro, foram capacitados cerca de seis mil profissionais que participaram de 200 cursos, ligados diretamente ao campo, como Movimentação Operacional de Produtos Perigosos (MOPP), Operação de Trator e Plantadeira, Desenvolvimento de Lideranças e Implantação do E-Social Contábil e Jurídico. O Centro de Treinamento Parceiros da Tecnologia conta com apoio da Agrosul-John Deere, Veneza Equipamentos-John Deere, IBA, Senar, Senai, Sesi, Cieb, Oeste Pneus-Pirelli, Universidade Federal de Viçosa (UFV) e Prefeitura de Luís Eduardo Magalhães.


Assessoria de Imprensa Abapa 17/11/2017

2ª EDIÇÃO DO SIMPÓSIO CIÊNCIAS DE SOCIAIS DA FASB BATE RECORDE DE PÚBLICO

Por Nádia Borges
Da Araticum Comunicação


Cerca de 300 pessoas participaram da palestra de abertura do Simpósio de Ciências Sociais Aplicadas realizado no ginásio de esportes da Faculdade São Francisco de Barreiras (FASB). O evento, organizado pelos colegiados de Ciências Contábeis e Administração nos dias 13 e 14 deste mês levou, aos participantes, informações sobre organização empresarial, competição e consultorias para micro e pequenas empresas.

Para esta edição foi realizado um levantamento junto aos acadêmicos de Administração e Ciências Contábeis sobre as temáticas que eles gostariam que fossem reforçadas.  A partir daí, foram pesquisados diversos temas para o Simpósio de Ciências Sociais. “No primeiro dia tivemos uma palestra principal com o tema ‘subjetividade nas organizações" com a Mestra Eva Regina do Nascimento Lopes’, e no segundo dia, palestras sobre ‘Formação do preço de venda como fator competitivo das organizações’ com o Especialista Fernando Linhares; ‘Gestão Pública no Brasil: desafios do profissional da área’ com o Especialista Hamilton Carvalho e ‘Consultoria para Micro e Pequenas empresas’ com os consultores do Sebrae Evilásio Moreira da Silva Neto e Daiana Morais da Silva”, explica a professora dos dois colegiados, Maiane Soares. .

Ely Tiane Tavares, que cursa o 8º semestre de Contábeis fez parte da monitoria e organização do simpósio. “Foi bem interessante estar na condição de organização, porque foi a primeira oportunidade de estar à frente desse trabalho, num evento dessa magnitude. Eu já trabalho na área contábil, e organizar este evento, me ajudou a pensar nas rotinas organizacionais”. Segundo a professora Joana Ramos, coordenadora do curso de Administração, o trabalho de monitoria foi ampliado neste segundo ano de evento. “A gente resolveu abrir inscrição voluntária para os acadêmicos, por meio do trabalho de monitoria, para auxiliar os professores. Eles (monitores) fazem parte da comissão organizadora do evento em várias comissões, e por meio do esforço deles o evento foi um sucesso”, ressalta.

Como parte das inscrições, cada estudante ou profissional, fez a doação de leite distribuído para as instituições de Barreiras Abrigo dos Idosos e Lar de Emmanuel. “Agradeço em nome dos idosos a doação desses produtos. A FASB está sempre presente em nosso abrigo tanto com doações de alimento, como com assistência humanitária. Recebemos estudantes de Enfermagem, Psicologia, Fisioterapia, que visitam o abrigo com frequência. Tudo isso é um trabalho de solidariedade e gratidão. Os idosos se sentem muito felizes”, disse a irmã Mariazinha, do Abrigo dos Idosos.















Araticum Comunicação – 17.11.2017
Informações para a Imprensa: